Bolsa de Valores – Entenda o que é

A Bolsa de Valores é o local onde as empresas vendem ações, que são pequenas porções de seu capital. Há também a compra e venda de outros valores mobiliários, chamados de títulos públicos. Nesse cenário, pessoas físicas e outras empresas compram essas ações na esperança de que o valor total de tais companhias aumente e se tornem mais lucrativos do que eram quando foram compradas.

Um Breve histórico

O conceito de Bolsa de Valores vem desde os anos 1500 quando pessoas na Bélgica se reuniam para comprar e vender entre si títulos de débitos empresariais, pessoas físicas e governamentais. Parece estranho imaginar que conseguiam fazer isso apenas negociando em notas promissórias e títulos, mas foi assim que o conceito nasceu.

Adentrando a Bolsa de Valores

dentro da bolsa

Vamos agora aprofundar no funcionamento da bolsa de valores. Toda empresa, quando inicia sua operação, tem um Contrato Social onde está dito qual é seu capital inicial de investimento. Seja no Brasil ou no exterior, o contrato existe, por mais que detalhes sejam modificados. Inicialmente essas empresas são empresas de capital fechado, o que quer dizer que não existem investidores externos ou ações até o momento.

Porém, quando uma empresa decide que chegou ao ponto de se expandir, uma das formas de fazê-lo é abrindo seu capital. Neste momento ela dá entrada ao processo junto à Bolsa de Valores e transforma todo ou parte de seu capital em ações, iniciando assim a venda para quem quer que esteja interessado dentro da Bolsa.

Sendo assim, podemos ver que a Bolsa não difere muito de um mercado onde as pessoas compram aquilo que está mais barato inicialmente ou que, de acordo com seu instinto, se valorizará. Quando uma ação é comprada, esse valor pago é direcionado à empresa que então fará investimentos dentro da mesma ou perderá seu dinheiro. Jamais compre ações de empresas insólitas!

Bolsa de Valores x Mercado de Ações

A Bolsa de Valores e Mercado de Ações são duas coisas diferentes. O Mercado de Ações está compreendido dentro da Bolsa de Valores, e não o contrário. Na bolsa não existem somente compras e vendas de ações. Há títulos de dívidas, onde basicamente você aposta que certa dívida será paga comprando parte do risco de crédito que o credor teve quando forneceu valores e ganhando juros uma vez que o pagamento ocorra.

Também não podemos esquecer-nos dos títulos governamentais que tem sido uma opção relativamente segura para investidores nos últimos tempos. Vide a alternativa dos Títulos de Tesouro Direto, que são onde você compra uma pequena porção do Tesouro do Governo Federal e após algum tempo ele é pago a você com juros, dependendo do tempo que deixar investido, funcionando no final das contas como uma aplicação financeira bancária.

Importância da Bolsa de Valores

O Mercado de Ações, também conhecido como mercado de capitais, tem uma grande importância em fornecer uma liquidez de capital às empresas que se abrem. Essa liquidez se deve ao fato de que o capital da empresa fica disponível, uma vez que suas ações agora são compradas para investimento, passando a ser dinheiro vivo nas mãos do administrador ao invés de já estar investido.

Assim sendo, pode-se observar a importância que a Bolsa tem para a indústria e governos atuais, pois ela permite um local centralizado para compra e venda de títulos de investimento que os ajuda a conseguir capital para investir.

performance

Vício?

A Bolsa de Valores é um negócio sério e deve ser tratado com seriedade e sobriedade da parte de quem investe. Porém, por mais que seja algo sério, também pode ser muito empolgante, inclusive viciante. Então aqui fica o conselho: quando for investir, invista com conhecimento e disciplina, pois não apenas sua saúde financeira está em jogo, mas sua saúde mental também. Busque conhecimento, se prepare, pois a bolsa de valores é a porta de entrada da sua independência financeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *